O incentivo da Equatorial Maranhão ao esporte amador: da formação de atletas na base ao pódio

Um atleta de alto desempenho traz sempre na bagagem históricos de garra, disciplina, dedicação e muita superação, em anos consecutivos de árduo trabalho, suor e inúmeros treinos. É impossível se destacar a curto prazo, e mesmo após anos de empenho, quando o atleta alcança um bom nível técnico é preciso ir além, participando de provas nacionais e internacionais que melhoram a sua qualidade técnica, mas demandam tempo e maiores recursos financeiros. Sem o apoio financeiro e logístico das empresas privadas, muitos desses atletas enfrentariam dificuldades intransponíveis para treinar adequadamente ou competir em eventos além dos limites de suas cidades de origem.

No cenário esportivo amador do Maranhão, uma nova dinâmica tem se destacado, impulsionada pelo engajamento de empresas privadas que enxergam no esporte não apenas uma arena de competição ou oportunidade de marketing, mas também um poderoso catalisador de transformações sociais. O patrocínio de empresas a exemplo da Equatorial Maranhão tem impulsionado atletas locais, elevando não apenas o desempenho esportivo do Estado, mas também promovendo melhorias significativas em diversas comunidades, com a promoção de um ambiente mais inclusivo. 

Com o apoio da Equatorial Maranhão importantes projetos de inclusão social têm sido viabilizados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte; proporcionando acesso a atividades esportivas para jovens em situação de vulnerabilidade. Um belo exemplo é o projeto do Fórum Jaracaty, que já formou e revelou grandes atletas em diversas modalidades. Também merecem destaque os seguintes projetos patrocinados pela Equatorial no âmbito esportivo: Escolinha de Futebol CTM; o projeto Liberdade com Basquete; a estação de lazer para pessoas com deficiência e idosos “Inclusive, Praia!’’; a Copa Interestadual de Basquetebol em Cadeiras de Rodas e o Centro Desportivo Maranhense para Cegos (Cedemac). 

Outro projeto importante patrocinado pela distribuidora há mais de 10 anos, também via Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, é o Troféu Mirante, premiação anual feita através de votação popular e júri técnico, que reconhece os atletas que se destacaram em suas respectivas modalidades durante o ano anterior. Esse momento de homenagens, além de premiar todo o esforço com um troféu, também ajuda a dar mais visibilidade aos atletas e até a atrair mais patrocínios.

Para a Equatorial Maranhão o apoio ao esporte é mais que uma ação de responsabilidade social empresarial:

“Acreditamos que os patrocínios da Equatorial Maranhão ao esporte em geral além de alavancar os atletas individualmente, acima de tudo promove transformação social, pois incentiva a educação e promove maior qualidade de vida entre as pessoas através do incentivo às práticas esportivas. No ano em que a empresa completará 20 anos de atuação no Maranhão, os frutos do trabalho e a energia de cada um dos nossos colaboradores também pode ser percebida nas conquistas de cada atleta patrocinado. Todos esses atletas que patrocinamos já são campeões só pelas histórias de vida, garra e superação que carregam. E com eles, esperamos levar o nome do Maranhão a grandes pódios nacionais e internacionais, e até olímpicos futuramente” declarou o Presidente da Equatorial Maranhão Sérvio Túlio.    

Considerado o “Oscar” do esporte amador maranhense, a 19ª Edição do Troféu Mirante Esporte mais uma vez vai premiar os atletas maranhenses que se destacaram no ano de 2023, na solenidade que é a maior festa do esporte no estado. O evento, realizado pela TV Mirante, vai premiar os principais destaques em 28 modalidades esportivas em 2023. A cerimônia acontecerá dia 14 de março, às 19h30, no Teatro Arthur Azevedo em São Luís. 

E nessa edição do Troféu Mirante Esporte os frutos do patrocínio da Equatorial na base da formação de atletas maranhenses, mais uma vez também são destacados. Entre os indicados da Natação, está Paulo Marcelo, atleta de 14 anos oriundo do projeto ”Águas Abertas do Maranhão para o Mundo” que mantém uma escolinha de natação, iniciativa da escolinha da Academia Nina de Natação, que atende crianças e adolescentes dos bairros no seu entorno, e que conta com o patrocínio da Equatorial Maranhão.

“Eu tive essa oportunidade de ingressar na Natação através do projeto social e acabei gostando e me destacando. Já treino há sete anos e contar com o patrocínio da Equatorial é determinante para me ajudar nos custos que tenho com treinos e competições, sem esse apoio seria impossível seguir nadando” revela o atleta que sonha alto e quer mergulhar em águas bem mais profundas na carreira como nadador:

“Minha meta é conquistar uma medalha de ouro em um mundial no futuro, além de um grande sonho que é conquistar o pódio em uma Olimpíada” diz Paulo Marcelo com a determinação e a garra que são comuns em atletas de alto desempenho. 

Já Paola Morais, atleta de 16 anos que concorre ao Troféu na modalidade de tênis de mesa, integra o projeto social do Fórum Jaracaty. Única mulher concorrendo nessa categoria, ela também contribui para incentivar a maior adesão feminina na prática dessa modalidade; a qual pretende conciliar juntamente com uma futura carreira na advocacia.

“Comecei a treinar aos oito anos de idade, acho essa modalidade um esporte prático e desafiador ao mesmo tempo. Mas não é fácil, até já pensei em desistir algumas vezes por conta do grande cansaço e do grande esforço físico e mental que o tênis de mesa exige. Mas sigo em frente porque a gente também aprende a ser resiliente com o esporte, e isso nos prepara para a vida” reflete a atleta que considera o patrocínio da Equatorial uma motivação a mais para não desistir:

“Contar com o patrocínio da Equatorial significa muito para mim. Considero uma mão amiga, que me ajuda a participar de competições importantes e isso me motiva, e me leva a não desistir; e até a sonhar com um futuro título de campeã mundial. Quero estudar para ser uma advogada, mas sem deixar de praticar o tênis de mesa” revela a jovem que teve a vida transformada pelo esporte, e que deixa como mensagem para outros atletas iniciantes: “Confie, persista e não desista dos seus sonhos, pois tudo é possível” declara Paola, uma verdadeira campeã da vida real.