Curso da FMJ aborda aspectos históricos do judô

Ao criar o judô no Japão, em 1882, o professor Jigoro Kano resumiu a arte marcial como “a elevação de uma simples técnica a um princípio de viver”. Na perspectiva do judô, elementos de luta se unem a uma filosofia baseada no condicionamento físico, moral e espiritual cujo objetivo não é apenas de formar lutadores, mas pessoas mais preparadas para enfrentar as adversidades do dia a dia. Esses conceitos históricos e filosóficos que norteiam a modalidade serão tema de estudo durante um curso promovido pela Federação Maranhense de Judô (FMJ). O evento vai ocorrer a partir das 8h deste sábado (9), na Escola Crescimento Calhau. 

O curso “Aspectos Históricos e Filosóficos do Judô” será ministrado pelo sensei Wanderson Roberto e é destinado, principalmente, para candidatos ao Exame de Graus de faixa preta da FMJ. No entanto, judocas a partir dos 15 anos com graduação faixa verde também podem participar. As inscrições podem ser feitas pela plataforma Zempo (www.zempo.com.br). 

“O curso deste sábado está voltado para tratar a gênesis do judô, as características que envolveram o tempo, a época e a cultura que gerou o judô, como a modalidade foi se desenvolvendo, se aperfeiçoando até chegar nos dias de hoje. Vamos abordar, ainda, a trajetória histórica do judô, suas principais figuras, acontecimentos e também os princípios filosóficos que embasam a prática do judô”, explicou o sensei Wanderson Roberto, faixa preta 4º DAN e membro da Comissão de Graus da FMJ. 

De acordo com a FMJ, este é apenas o primeiro de vários cursos que serão realizados ao longo de 2024 visando a próxima edição do Exame de Graus. “A FMJ segue seu trabalho de proporcionar esses cursos, que são pré-requisitos para a participação dos judocas no Exame de Graus. É a partir de cursos desta natureza que os candidatos a graduação se capacitam e conseguem evoluir tanto dentro como fora do dojô”, disse o sensei Rodolfo Leite, presidente da FMJ. 

Exame de Grau 

A última edição do Exame de Graus da Federação Maranhense de Judô (FMJ) foi concluída no início de fevereiro deste ano, com a realização das provas práticas, no Ginásio Manoel Trajano, em São Luís. Na ocasião, todos os 15 candidatos participantes do exame foram aprovados: Hilton‎‎ Ryan‎‎ de‎‎ Azevedo, Mayara‎‎ Luíza‎‎ da‎‎ Silva, Emerson‎‎ Quintanilha‎‎ Valois, Antônio‎‎ Enes‎‎ Rocha‎‎ Pacheco, Rhezon‎‎ Bezerra‎‎ Costa, Gabriel‎‎ Araújo‎‎ Silva, Claudio‎‎ Flavio‎‎ Santos‎‎ Filho, Pedro‎‎ Silva‎‎ Kruk e Wallace‎‎ Serra‎‎ Carvalho foram graduados a Shodan (1º DAN); Gleidson‎‎ Ruan‎‎ Marques, Alessandro‎‎ Costa‎‎ Robson, Cezar‎‎ Augusto‎‎ Kruk, Cayo‎‎ Marcelo‎‎ Bastos, Claudio‎‎ Cesar‎‎ Pedrada foram graduados a Nidan (2º DAN); e Luiz‎‎ Henrique‎‎ Cidreira graduado a Yondan (4º DAN).