Imperatriz reduz salários de atletas e comissão técnica

Por conta da paralisação do Futebol em todo o mundo devido a pandemia de coronavírus, a Sociedade Imperatriz de Desportos (SID), resolveu reduzir em 50% os salários dos jogadores e comissão técnica do clube. A redução salarial foi em comum acordo entre as partes interessadas e tem como objetivo, garantir os salários pelo menos até o mês de junho, quando já poderá existir uma projeção de reinício das competições. 

O vice presidente Rodrigo Oliveira, informou que caso fosse pago os salários normais do jogadores e comissão técnico, os R$ 200 mil repassados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), daria para quitar apenas uma folha salarial. “Se a gente adotasse o mesmo critério que a CBF adotou para chegar aos R$ 200 mil para duas folhas, tendo como base R$ 1.039,00 de todos os contratos dos times da Série C, o repasse não atenderá ás necessidades dos colaboradores, já que o valor repassado representa uma folha salarial em situação normal”, destacou.

A decisão de reduzir os salários, segundo a diretoria foi tomada em conjunto durante uma reunião, segunda-feira passada, por meio de videoconferência. “Passamos para todos a real situação e foram compreensiveis e se mostraram favoráveis aos reajustes neste periodo”, reiterou Rodrigo Oliveira.

Os salários do Imperatriz estão em dia e de acordo com a diretoria
estão garantidos até o mês de junho, de acordo com a programação. 
Desde que os treinos coletivos foram suspensos em março, o clube adotou treinos virtuais, além deuma lista de exercícios individuais que cada atleta mantém durante o isolamento. Essas atividades foram planejadas pelo preparador físico do clube, Lucas Leme. 

Os jogadores que estão em recuperação de lesões, estão em fase final de recuperação e chegando na fase de transição, com treinos rápidos com bola. Por enquanto estão na fase de trabalho de fisioterapia, sob os cuidados do fisioterapeuta, Rodrigo Loureiro.

Fonte? O PROGRESSO