COPA DO BRASIL:Moto Club elimina o Boa Esporte-MG

A boa atuação do Boa Esporte na última rodada do Campeonato Mineiro ficou no passado. Na noite desta quarta-feira, o time do técnico Ney da Matta voltou a campo para o jogo de volta da Primeira Fase da Copa do Brasil, contra o Moto Club e acabou eliminado em pleno estádio do Melão, em Varginha. No tempo normal, os dois times empataram por 1 a 1 e nas cobranças de pênalti, o Papão do Norte levou a melhor: 4 a 3.

Com o resultado, o Moto Club avança para a Segunda fase e agora enfrentará a Ponte Preta, com a primeira partida acontecendo em São Luís.

O JOGO
O Moto Club iniciou a partida indo para cima do Boa Esporte, apostando nas jogadas criadas pelo lado do campo. A boa fase do time maranhense, entretanto, durou apenas 15 minutos e depois só deu o clube da casa.

A primeira chance do time de Varginha aconteceu logo aos 16 minutos. Após cobrança de escanteio cobrada por Lucas Morelatto, a bola sobrou na entrada da área e Pedro Augusto soltou uma bomba. Ela desviou na marcação, mas ainda passou tirando tinta da trave defendida por Raniere.

Em mais uma bola parada, o Boa Esporte voltou a levar perigo. Aos 19 minutos, Moacir fez grande jogada individual e foi derrubado na entrada da área. Na cobrança de Morelatto, Raniere fez uma defesa espetacular.

O gol do Boa só foi sair aos 26 minutos. Depois de carregar a bola com tranqüilidade, Pedro Augusto resolveu arriscar um chute forte. A bola bateu na marcação e enganou o goleiro Raniere.

No último lance da primeira etapa, o Boa Esporte ainda acertou a trave, em um chute forte de Lucas Morelatto.

MOTO EMPATA
No retorno para o segundo tempo, o técnico do Moto Club colocou o seu time na frente, em busca do gol de empate. As jogadas, porém, emperravam na no último passe, que sempre caia nos pés de algum jogador adversário.

De tanto insistir, o time maranhense, enfim, chegou ao empate aos 25 minutos. Instantes depois de substituir Rodrigo Fernandes, Henrique fez grande jogada individual e tocou na saída do goleiro Fernando Júnior.

Com o gol de empate, o Moto Club se fechou no campo de defesa e segurou o time da casa até conseguir levar a decisão para as cobranças de pênaltis.

 

 

Fonte: Futebol Interior

Foto: Globo Esporte