Treino de mobilidade: descubra o que é e quais os benefícios

Na busca por uma performance atlética aprimorada e uma abordagem mais completa da saúde, o treino de mobilidade emerge como uma ferramenta essencial. Nesse caso, ele vai além de um simples alongamento, se tornando, também, um elemento-chave nas rotinas de treino de força, como a musculação. 

Visto que a mobilidade se torna importante para o bom desempenho nas atividades físicas, é necessário incluir esse treino no dia a dia, bem como entender os motivos pelos quais ele é tão benéfico assim. 

O que é o treino de mobilidade?

O treino de mobilidade refere-se a uma abordagem dinâmica que visa melhorar a amplitude de movimento e a flexibilidade articular. Ao contrário do alongamento estático, que foca no alongamento passivo dos músculos, a mobilidade se concentra na ativação e no fortalecimento de grupos musculares específicos em todo o arco de movimento.

O objetivo é aumentar a funcionalidade e a agilidade nas articulações, preparando o corpo para movimentos mais amplos e eficientes. Nesse aspecto, apesar de ter objetivos semelhantes com o alongamento, existem diferenças notórias. Enquanto o alongamento tradicional busca apenas a extensão dos músculos, o treino de mobilidade vai além, visando melhorar a amplitude de movimento nas articulações.

O alongamento estático, muitas vezes feito de forma passiva e prolongada, pode resultar em aumento temporário da flexibilidade, mas não necessariamente contribui para o controle ativo dos movimentos. A mobilidade, por outro lado, enfatiza a conexão mente-corpo e a estabilidade, preparando o corpo para movimentos funcionais.

Benefícios do treino de mobilidade

O treino de mobilidade oferece uma série de benefícios cruciais para quem pratica musculação. Em primeiro lugar, destaca-se a melhora na amplitude de movimento, um elemento essencial para exercícios complexos como agachamentos, levantamento terra, extensão de quadril e stiff. Esse aprimoramento não apenas otimiza a execução desses movimentos, mas também desempenha um papel fundamental na redução do risco de lesões.

Outra vantagem significativa do treino de mobilidade é o aumento da estabilidade nas articulações, crucial para suportar cargas mais pesadas durante os exercícios de musculação. O fortalecimento dos músculos estabilizadores, como os do core, proporciona maior controle e segurança ao realizar movimentos desafiadores, contribuindo para uma prática mais eficiente e segura.

Além disso, a mobilidade desempenha um papel preventivo importante, abordando desequilíbrios musculares e corrigindo padrões de movimento inadequados. Isso resulta em uma redução significativa no risco de lesões, uma consideração crucial para quem enfrenta a constante sobrecarga inerente à rotina de musculação.

Dicas para o seu treino

Para otimizar seu treino de mobilidade, é essencial incorporar uma variedade de exercícios que envolvam todas as principais articulações do corpo. Comece com uma rotina de aquecimento dinâmico, focando em movimentos que imitam a amplitude de gestos específicos, como giros de quadril, rotação de ombros e elevação dos joelhos.

A posição de cócoras é bastante conhecida como um exercício de mobilidade. Ela influencia na articulação do quadril, bem como a do tornozelo e joelho. Além disso, como dito anteriormente, a mobilidade auxilia na estabilidade dos movimentos, especialmente para exercícios como agachamento, stiff e afundo. 

Entretanto, para se manter mais estável durante a execução desses exercícios e usufruir melhor dos benefícios da mobilidade, é importante utilizar roupas que tragam mais liberdade e estabilidade, como vestes mais elásticas e calçado com solado reto, como o tênis Puma Suede. Além de garantir um movimento estável, as roupas e calçados ideais fazem com que o treino seja mais seguro e eficiente.