Sampaio Corrêa 0 x 1 Guarani-SP: Nova derrota e sonho da Série A de distanciando

Em um confronto direto por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B, o Guarani contou com um gol de Pablo aos 35 minutos do segundo tempo para vencer o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, no Estádio Castelão, pela 31ª rodada.

A vitória fora de casa fez o Guarani chegar aos 47 pontos e subir para o sexto lugar, deixando para trás a rival Ponte Preta, com 46, e o próprio Sampaio Corrêa, que perdeu a terceira seguida e estacionou nos 45, caindo para o oitavo lugar.

Os dois times ainda estão na briga pelo acesso. Quem abre o G4 da Série B é o Juventude, com 49 pontos. Em terceiro lugar, o Cuiabá tem 50. Já Chapecoense e América-MG estão disparados com 59 e 57, respectivamente.

O Guarani contou com um gol de Pablo aos 35 minutos do segundo tempo para vencer o Sampaio Corrêa, por 1 a 0. Foto: Lucas Almeida

CHANCES LÁ E CÁ
A primeira chance do jogo foi criada pelo Sampaio Corrêa aos quatro minutos, quando Marcinho arriscou de fora da área e assustou Jefferson Paulino. A resposta do Guarani veio logo depois em cobrança de falta de Murilo Rangel rente a trave de Gustavo.

Aos 19, Murilo Rangel cruzou e Renanzinho tentou surpreender o goleiro com um toque de calcanhar, mas a bola foi fraca nas mãos de Gustavo. Na sequência, Matheus Souza arriscou de fora por cima do travessão. O Bugre seguia criando as principais oportunidades.

Lucas Crispim soltou a bomba de fora da área e Gustavo espalmou para escanteio. Aos 27, Bidú chutou forte de fora da área e o goleiro rebateu nos pés de Murilo Rangel, que finalizou de primeira para mais uma intervenção do camisa 1.

O Sampaio Corrêa acordou nos minutos finais e criou duas chances seguidas antes do intervalo. Na primeira, Marcinho cobrou falta e Jefferson Paulino foi buscar. Logo depois, Roney bateu rasteiro e o goleiro bugrino espalmou para escanteio.

BATE BOCA
Assim que o árbitro apitou o final do primeiro tempo, jogadores dos dois times se estranharam dentro do gramado e foram batendo boca até a descida para os vestiários.

BUGRE GANHA
O segundo tempo começou truncado, com muitas entradas duras de ambos os lados. Não é a toa que, nos 15 primeiros minutos, não houve nenhum chute ao gol e foram mostrados quatro cartões amarelos – dois para o Sampaio e dois para o Guarani.

No primeiro lance de perigo da etapa final, Renanzinho tabelou com Bruno Sávio e ia saindo na cara de Gustavo, mas adiantou demais. A resposta do Sampaio Corrêa veio em chute de Caio Dantas. A bola desviou na zaga e Jefferson Paulino foi buscar no cantinho.

Os times acordaram e passaram a criar bons lances. Caio Dantas passou por Jefferson Paulino, mas perdeu o ângulo e foi desarmado. No contra-ataque, Matheus Souza cruzou e quase encobriu Gustavo, que desviou para escanteio com as pontas dos dedos.

Aos 35 minutos, Lucas Crispim cruzou, a zaga do Sampaio Corrêa falhou e Pablo cabeceou para o gol, colocando o Guarani na frente do placar. Depois disso, o Sampaio Corrêa foi com tudo para cima, mas não conseguiu buscar o empate.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo no dia 2 de janeiro de 2021, pela 32ª rodada. E ambos têm confrontos direitos. O Sampaio Corrêa vai até Maceió enfrentar o CSA, às 16h30, no Rei Pelé, enquanto o Guarani recebe o América-MG, às 21 horas, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

Fonte: Futebol Interior