LBF:Corinthians supera Sampaio Corrêa por 23 pontos de diferença

O Corinthians/Pague Menos/Americana abriu os playoffs da LBF CAIXA 16/17 com vitória. Em noite mais do que inspirada da pivô Damiris, o time alvinegro saiu do Ginásio Castelinho, em São Luís (MA), com resultado positivo sobre o Sampaio Corrêa Basquete, por 74 a 51, e abriu 1 a 0 na série semifinal melhor de três jogos.

A Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) é uma competição que conta com o patrocínio master da CAIXA, o patrocínio da SKY e os apoios da Liga Nacional de Basquete (LNB) e do Ministério do Esporte.

E agora? A segunda partida da série semifinal será realizada nesta sexta-feira (14/04), às 21h30, no Ginásio Centro Cívico, em Americana (SP). Se necessário, o Jogo 3 de vida ou morte acontecerá no domingo (16/04), às 13h, novamente na casa do Corinthians.

Pode fechar: Como as séries semifinais da LBF CAIXA são disputadas em confronto melhor de 3 jogos, o Corinthians pode conquistar vaga para a Final do campeonato nacional já na próxima partida. Para o Sampaio, resta vencer o próximo jogo e forçar o terceiro e decisivo confronto.

Desfilou em quadra: Damiris mostrou todo seu talento nesta noite e foi a grande destaque da vitória do Corinthians. Desde o início do jogo com total domínio nos dois lados da quadra, Damiris fechou a partida com expressivo-duplo de 33 pontos e 12 rebotes. Além do destaque, Damiris empatou seu recorde pessoal de pontos na LBF CAIXA.

Fala aí: “Semifinal é um outro campeonato e viemos para São Luís com o objetivo de ganhar e conseguimos isso. Temos manter nosso foco e determinação na próxima partida, e tentar fazer um jogo com um pouco menos de erros para ganhar mais uma e vencer essa série”, analisou Babi, do Corinthians.

Destaque gringo: O time alvinegro também contou com boas atuações da ala/pivô norte-americana Brandie Baker, com 13 pontos, cinco bolas roubadas e quatro rebotes, e da armadora argentina Melissa Gretter, com 11 pontos, cinco rebotes e três assistências.

Bom desempenho: Pelo lado do Sampaio Corrêa, que agora é vencer ou vencer para seguir vivo na LBF CAIXA, destaque para a armadora Tainá Paixão, que saiu de quadra com desempenho de 18 pontos, quatro rebotes e três bolas roubadas.

Fala aí (2): “Podemos falar que esse jogo foi catastrófico para nós. Tivemos uma semana de treinamentos intensos e sabíamos que a Damiris faria a diferença em quadra.  Temos que ir para o tudo ou nada no próximo jogo, pois para a gente já é vida ou morte. Se quisermos ir para a Final, temos que parar a Damiris e não podemos ter um desempenho como esse de hoje, disse Palmira, do Sampaio Corrêa.

Pegando fogo: Destaque do Corinthians durante todo o campeonato, Damiris pegou fogo na 1ª etapa. Em quadra em todos os 20 minutos do primeiro tempo, Damiris abriu o jogo com 11 pontos e quatro rebotes no 1º quarto e se manteve quente no período seguinte, com dez pontos e mais dois rebotes.

Novo ânimo: Após ver o Corinthians dominar os dois primeiros períodos e colocar dez pontos de vantagem nos segundos finais da 1ª etapa, o Sampaio Corrêa conseguiu através de Tainá Paixão um arremesso certeiro para 3 pontos, que baixou a desvantagem para nove pontos e deu um novo ânimo para o time maranhense para a etapa final.

32 a 30: Após o intervalo, a história da partida não mudou. O Corinthians seguiu ditando o ritmo do jogo e Damiris continuou mostrando todo seu talento em quadra. Na metade do terceiro período, a partida chegou a ter Damiris com 32 pontos anotados e o Sampaio Corrêa com apenas 30.

Até o fim: Mesmo com grande vantagem no placar, o time comandado pelo técnico Antonio Carlos Vendramini não diminuiu seu ritmo em quadra, aumentou sua liderança e saiu de quadra com expressivo triunfo e 1 a 0 na série semifinal contra o time maranhense.