Maranhão Esportes|Esporte Maranhense

Jogador projeta vitória sobre o Sampaio Corrêa para manter o Leão no G4 da Série C

O técnico Oliveira Canindé tem trabalhado para dar uma identidade ao Remo com base nas variações táticas disponíveis no atual elenco azulino. Nos treinos desta semana, Gerson tem sido observado como meia, uma espécie de curinga dentro de campo. O atleta participou de jogadas ofensivas e se mostrou presente na recomposição defensiva pelo lado esquerdo. Contra o Sampaio Corrêa, Gerson terá a missão de ajudar Eduardo Ramos na articulação das jogadas de ataque do Leão.

“O professor Oliveira Canindé sabe o que é melhor para o Remo. Eu acho que o ideal é estar à disposição do treinador. Eu me sinto importante para o grupo no sentido que posso ajudar tanto numa posição como em outra. Estou focado este jogo contra o Sampaio Corrêa. O que mais quero é ajudar o Remo a seguir entre os líderes da Série C”, disse.

Na briga direta pelo G4, o Remo enfrenta o Sampaio Corrêa, para se seguir no G4 da Série C do Campeonato Brasileiro. Gerson diz ter a receita para vencer o rival.

“Temos que procurar fazer o que a gente vem fazendo sempre dentro do Mangueirão. Jogando com alegria, chamando a responsabilidade, se ajudando. Se mostramos isso dentro de campo, vamos sair com a vitória lá de São Luiz. Precisamos seguir focados em nosso maior objetivo na temporada que é fazer o Remo voltar para a Série B, independente da forma. Não queremos depender de ninguém, por isso seguimos pensando jogo a jogo”, finaliza.

A partida entre Sampaio Corrêa e Remo está marcado para segunda-feira, às 21h, no Castelão, em São Luiz, pela 8ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

Crédito da foto: Fábio Will/ ASCOM Clube do Remo