Vale a pena comprar artigos esportivos da China em 2022?

O mercado chinês, sempre altamente movimentado e com uma infinidade de produtos exportados, agora está se aquietando. Após transformações dos sites de compras da China desde 2020, as gigantes do varejo no e-commerce, como o Alibaba Group Holdings, intensificaram suas operações a fim de expandir a oferta de produtos dentro e fora da China. Por isso e outros motivos que iremos explicar nesta matéria, já é possível afirmar que vale a pena comprar artigos esportivos da China em 2022.

Segundo um relatório publicado em dezembro de 2021 pela consultoria Bain, houve um grande aquecimento das vendas realizadas por meio de serviços de compras da China, um aumento de 65%. Esse boom nas vendas realizadas no segundo trimestre de 2021 refletiu em 54,8 bilhões de yuans. Essa expectativa se mantém forte para até o final de 2022 e impulsiona as gigantes do varejo online a intensificar a oferta e entrega de produtos com mais rapidez, qualidade e preços melhores.

Um dos pontos fortes das compras realizadas em sites chinês é a grande variedade de produtos com preços atraentes para os brasileiros. Um estudo realizado pela SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo) com a ajuda da Opinion Box, mais de 65% dos brasileiros que realizam compras online estão adquirindo de sites estrangeiros. Trata-se do estudo “2ª edição – O consumidor brasileiro e suas compras no E-commerce Cross Border”. Dentre os sites que mais são procurados pelos brasileiros, a Shopee lidera com 29% da bagatela deste mercado e o AliExpress com 18%.

Esses são números expressivos que mostram que os negócios estão dando certo e agradando aos brasileiros. As expectativas para até o final deste ano é de um aumento da receitas das vendas realizadas para brasileiros em comparação com 2021. Mas, como nem tudo são flores, o que precisa melhorar são os prazos de entregas. Ainda de acordo com o mesmo estudo, 60% dos compradores brasileiros aceitariam arcar com um valor maior de frete se a entrega fosse realizada em pouco tempo.

Artigos esportivos importados populares

Como mencionado, a variedade e bons preços de produtos são o grande atrativo para o consumidor brasileiro, muitas vezes produtos semelhantes no mercado nacional são caros demais e os produtos chineses torna-se uma ótima alternativa.

Alguns artigos na área de lazer e esporte passaram a ser bastante buscados pelos usuários. Alguns exemplos de produtos mais populares são: roupas de ciclismo, peças e acessórios para bicicleta, binóculos, moda fitness, entre outros.

Mas sem dúvidas todos os produtos relacionados ao ciclismo são os mais buscados pelos consumidores. 

Por que produtos vindos da China demoram para chegar no Brasil?

É comum passar horas pesquisando sobre um produto, sobre as avaliações e opiniões de outros usuários para só então realizar a compra. Os produtos que vem da China podem levar até 3 meses ou mais para chegar no endereço de entrega no Brasil. Essa é uma grande desvantagem de adquirir produtos chineses para os brasileiros. 

Uma das explicações para isso é que a Receita Federal leva 40 dias para liberar as mercadorias vindas da China, pois se trata de produtos classificados como “entregas não urgentes”. Somente após esse período de verificação do órgão, o produto pode ser despachado para o endereço de entrega no país. Além disso, o produto fica mais um tempo em processo de logística entre distribuidores espalhados pelo país.

Mas, independentemente de um produto importado da China, de algum país da Europa ou dos Estados Unidos, não dá para prever com exatidão o tempo de entrega do produto em território brasileiro. Então, esse ainda é um ponto válido para se afirmar que vale a pena comprar da China em 2022. Uma vez que o problema da logística e da burocracia no Brasil é amplo, não importa de onde o produto venha, comprar da China é vantajoso por conta da grande oferta de produtos e bons preços.

Além de ser um país com uma grande oferta de produtos de marcas conhecidas e outras de fabricação própria, existem formas de baratear ainda mais as compras, por exemplo, com a utilização do código promocional AliExpress e com as promoções de frete grátis na primeira compra em sites internacionais. Muitos produtos adquiridos em sites de compras nos Estados Unidos ou na Europa, fazem o pedido do produto de fornecedores chineses, o que também te coloca na logística dos produtos vindos da China.No final das contas, o mundo todo está comprando produtos da China e fazendo o envio para outros países por meio de intermediários, que podem ser sites como Mercado Livre (Argentina), Amazon (EUA), ou de parceiros no marketplace, que também recorrem aos fornecedores chineses na hora de atender o seu pedido. Portanto, é vantajoso comprar da China em 2022, seja artigos esportivos, eletrônicos, vestuários, etc., e pode ficar ainda melhor ao longo dos próximos anos se o problema da burocracia e das limitações logísticas forem superados.