Um incentivo à dedicação: U.I. Barbosa de Godóis premia seus melhores atletas de 2016

A noite de quarta-feira (18) foi de homenagens, premiação e muito orgulho estampado nos rostos dos alunos e alunas atletas da U.I. Barbosa de Godóis, escola da rede estadual de ensino, no bairro Monte Castelo. Foi a 8ª edição do ‘Troféu Melhores do Ano’, um evento realizado pela escola para premiar os atletas do Barbosa de Godóis Handebol (BGH), que mais se destacaram nas competições disputadas em 2016, onde as equipes conquistaram nada menos que 53 troféus

“Esta é uma forma de reconhecer o esforço dos nossos estudantes/atletas e, ao mesmo tempo, estimulá-los a continuar em frente com determinação e garra, que não faltaram a eles em 2016”, ressaltou o técnico e coordenador do projeto BGH, Eduardo Teles.

A premiação ocorreu na quadra da escola, que foi especialmente preparada para o evento. Foram premiados os melhores jogadores/jogadoras, goleiros/goleiras, atletas simpatia, melhores seleções masculina e feminina, atletas revelação masculino e feminino, e o melhor e a melhor atleta. “A gente fica muito feliz com este reconhecimento à superação das equipes. E é muito legal a gente receber este troféu dado pela nossa escola”, disse a atleta Geovana Eduarda Lindoso, que foi premiada como melhor ponta esquerda e integrou a melhor seleção.

O estudante Dwyllen Júnior, recebeu quatro troféus, o último da noite como o melhor atleta, entre os melhores do ano. “Para mim é um momento de muita alegria e de emoção, 2016 foi um ano muito especial, de muitas conquistas para o BGH. Obrigado!”, disse o atleta.

A melhor atleta do ano foi Gilvana Nogueira, que recebeu cinco troféus. Ela não compareceu à premiação porque está em competição pelo Português do Recife (PE).

Tássila Evelyn, de 12 anos, recebeu o troféu atleta simpatia. “Deve ser porque eu brinco e sou legal com todo mundo. Eu estou muito feliz!”, disse Tássila, com um sorriso estampado no rosto.

A escola também homenageou parceiros que, de alguma forma, contribuíram para as conquistas do BGH: o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, que foi representado pelo secretário adjunto de Projetos Especiais, Ismael Cardoso; o vereador Pedro Lucas; a gestora-geral da escola, Venina Frazão; o técnico auxiliar Carlos Alberto (Cegueta); o presidente do Sindicado dos Servidores Federais (Sindsep Maranhão), Raimundo Pereira de Sousa. “Esta premiação aqui é a coroação de um trabalho árduo, de muito suor e determinação”, disse Carlos Alberto (Cegueta).

“Eu agradeço muito a Deus por permitir que eu faça parte dessa família Barbosa de Godóis. No ano de 2013 a gente regou uma semente plantada aqui na escola. E de lá para cá, a parceria se fortaleceu. É muito gratificante estar aqui, hoje, acompanhando a evolução desses meninos e meninas, que vislumbram um futuro de vitórias e conquistas”, disse o vereador Lucas Fernandes.

“O Barbosa de Godóis é uma referência no Maranhão e no Nordeste em handebol. E o esporte é uma faceta importante no processo educativo, pois, o estudante atleta, na maioria das vezes, tem um bom rendimento escolar, avança muito mais, porque o esporte ajuda na disciplina e na concentração. Consciente disso, o Governo do Maranhão, por meio da Seduc, tem incentivado a prática esportiva nas nossas escolas, com foco, também, na melhoria da educação”, disse Ismael Cardoso.

Para 2017 o BGH já tem meta estabelecida: conquistar o Campeonato Brasileiro Escolar, que vai escolher atletas do país para o Mundial de Handebol 2018, na França. O Barbosa de Godóis é a única escola do Maranhão na competição.