Rodrigo Ramos valoriza vitória maiúscula do Moto Club, mas quer atenção na partida final

O Moto Club colocou praticamente as duas mãos na taça do Campeonato Maranhense ao atropelar o Imperatriz, por 3 a 0, no Estádio do Castelão, em São Luís, na última quinta-feira, pela partida de ida da final. O veterano goleiro Rodrigo Ramos (foto) valorizou o resultado, mas ele sabe que nada está definido. Até mesmo por isso, pediu atenção e foco dos seus companheiros.

“Demos um passo importante diante de uma equipe forte. Mas conhecemos bem o futebol e sabemos que não tem nada definido. Temos mais 90 minutos de futebol. É preciso atenção e foco na partida final”, comentou ele.

O Moto Club atuou com Rodrigo Ramos; Diego Renan, Wesley, Wanderson e Chico Bala; Rafael Santos, Bruno Menezes, Everlan (Doda) e Jailson (Shailison); Ricardo Maranhão (Romério) e Val Barreto.

Com a vitória, o Papão ficará com o 26º título estadual até mesmo com derrota por dois gols de diferença. O Imperatriz, por sua vez, precisará vencer por três ou mais gols de diferença para garantir a terceira conquista maranhense.

Papa títulos!
Rodrigo Ramos busca o bicampeonato pelo Moto Club, além da sua 7ª conquista estadual. Ele participa pela 13ª do Campeonato Maranhense e acumula dez finais.

“Fico muito feliz por estar mais uma vez decidindo o Estadual. Posso estar em minha 10ª decisão, mas o sentimento é que é apenas a primeira. Queremos muito esse título”, finalizou o goleiro.

O duelo de volta entre Imperatriz e Moto Club será no próximo domingo, às 18h30, no Estádio Frei Epifânio. O campeão maranhense garantirá vagas na fase de grupos da Copa do Nordeste e no Campeonato Brasileiro Série D em 2019.