Brasil x Sampaio Corrêa: Tricolor em busca de três pontos fora de casa

Buscando entrar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Brasil de Pelotas tem um importante desafio nessa terça-feira. Às 21h30, o Xavante recebe o lanterna Sampaio Corrêa, no Estádio Bento de Freitas. Além de vencer a sua partida, o time gaúcho precisa contar com um tropeço de Londrina ou Avaí para conseguir chegar a sua meta de ficar entre os quatro times que conquistam o acesso.

O Brasil está na quinta colocação da tabela com 44 pontos ganhos em 28 jogos. Nas últimas cinco partidas, o Xavante empatou duas, foi derrotado outra duas e venceu o Ceará na última rodada. Já o Sampaio Corrêa vive um momento totalmente diferente na tabela, já que está na vigésia e última colocação, com 21 pontos.

XAVANTE COM MUDANÇAS
Para a partida dessa terça-feira, o técnico Rogério Zimmermann conta com a volta do zagueiro Leandro Camilo e retornas a posição ao lado de Cirilo. Com isso, Teco retorna ao banco de reservas. Além dele, o lateral-esquerdo Marlon e o atacante Ramon voltam após serem poupados contra o Ceará – Gustavo Papa e Eduardo Brock também sentarão no banco de suplentes. De qualquer forma, o comandante falou sobre as dificuldades da partida.

“Tudo pesa, mas independente da colocação se trata de jogos com uma carga emocional alta. Nosso time é experiente, porque também no último jogo a gente perdeu o Marlon, que é um jogador experiente na Série B. Mas eu acho que é isso, usar a semana para ficar mais forte. Eu acredito que o Brasil ta ainda mais forte no primeiro turno, com os mesmos jogadores”, disse Zimmermann.

BOLÍVIA QUER SAIR DA LANTERNA
Para o confronto dessa terça-feira, o técnico Flávio Araújo tem alguns desfalques para escalar o Sampaio Corrêa. Lesionados, os atacantes Pimentinha e Edgar foram vetados pelo departamento médico, enquanto Thiago Santos treinou normalmente depois de se recuperar de uma contusão na coxa e vai para o jogo. Em situação complicada na tabela, treinador, acredita que a Bolívia Querida pode aprender caso caia para a Série C.

“O nosso intuito é a permanência, mas precisamos ser realistas. Palmeiras, Corinthians, Atlético-MG e muitos clubes grandes caíram de divisão, mas nem por isso o mundo acabou. O que não pode acontecer é rebaixamento atrás de rebaixamento”, alertou Flávio Araújo.

Fonte: Futebol Interior