Frederico Veloso é o único representante do Maranhão em seletiva olímpica esse domingo

Esse final de semana, o nadador Frederico Veloso de Castro começa o seu caminho para ser o único representante Maranhense na disputa das Olimpíadas de 2016. A seletiva irá acontecer em um evento teste na competição do Troféu Maria Lenk nas piscinas já preparadas para os jogos oficiais. A transmissão ao vivo irá acontecer no canal SporTV 2 na sexta e no domingo a partir das 17h30, com a exibição da prova de Frederico no segundo dia.

O nadador maranhense vem treinando na equipe FIAT/MINAS em Belo Horizonte desde o início do ano, com o treinador australiano Scott Volker, que tem experiência de ter sido o treinador da seleção australiana em três olimpíadas. A equipe conta com uma equipe multidisciplinar composta por fisioterapeuta, preparador físico, psicóloga, nutricionista e massagista, tudo pra otimizar a recuperação física entre os treinos. Pelas conquistas obtidas no ano passado, Frederico tem a oportunidade de fazer parte do seleto grupo de experientes nadadores que compõem o time, como César Cielo, Nicolas Nilo, Thiago Pereira entre outros.

O clube investe no esporte de base, tendo os atletas de ponta como referencia pra quem está iniciando no esporte. “Acredito que o Maranhão possa chegar aos mesmos patamares de organização e resultados dentro do esporte, pra que numa próxima seletiva olímpica tenhamos mais representantes do nosso Estado em diferentes esportes. E mesmo que as crianças não se tornem atletas de alta performance, o esporte vai desenvolver cidadãos com ética e caráter que o esporte ensina. Além da oportunidade de bolsa de estudo integral em universidades nos Estados Unidos que são oferecidas para atletas de diferentes níveis técnicos em diferentes esportes.” comenta Frederico Veloso.

Na véspera de defender a bandeira do Maranhão na competição mais importante De sua vida. O atleta espera contar com o apoio da secretaria de esporte através da Lei de Incentivo pra que possa continuar competindo em alto nível e se dedicando em tempo integral ao esporte a fim de inspirar a nova geração e por em prática projetos que teve a experiência de fazer parte fora do país e desenvolvê-los no Maranhão. “Agradeço o apoio da secretaria de esporte do Estado durante todo o período de preparação para seletiva olímpica, inclusive na reta final de preparação, sem esse apoio a minha participação no evento não seria possível. O suporte dado por eles foi de fundamental importância pra que eu me mantivesse concentrado exclusivamente nos treinos”.

No Troféu Maria Lenk, serão 423 atletas, sendo 55 de outros 11 países. Serão classificados os dois primeiros do ranking brasileiro em cada prova, o Maranhão está com chances de ter o seu representante em duas provas de 100 e 200 metros nado borboleta.