Atletas campeões no Xadrez dos JEMs 2019 são premiados

Please enter banners and links.

A concentração e os olhares atentos estavam estampados nos rostos dos atletas durante a disputa nos jogos da modalidade xadrez, nos últimos dias, ocorrido no ginásio poliesportivo do Centro Social do Servidor (Ipem), durante os Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) e Paralimpíadas Escolares Maranhenses (ParaJEMs).

Durantes as disputas nas categorias infantil e infanto (masculino e feminino), o silêncio reinava e ouvia-se somente o barulho das peças serem movidas. Giovanna Almeida Piovacari, de 17 anos, estudante da Escola Educallis, de São Luís, tornou-se pentacampeã na modalidade de forma invicta. Além disso, a adolescente também faz parte do time de basquete da escola e irá competir nos Jogos Escolares da Juventude em Natal nesta modalidade.

“Ser pentacampeã significa que trenei durante 5 anos seguidos, já que as pessoas nunca param de evoluir. A vitória tem sabor de nervosismo, a minha adversária é muito forte, já tinha jogado com ela antes. Cometi alguns erros que poderiam ter me custado jogo, mas consegui reverter”, disse Giovanna Almeida.

Orgulhosa, a mãe da atleta, Fabiana Almeida, disse acompanhar em todas as atividades da filha que pode. “Sou o tipo da mãe que larga tudo para acompanhar minha filha. É uma satisfação enorme saber que ela termina o ensino médio fechando com chave de ouro, mas espero que quando ela chegar à universidade ainda continue jogando xadrez”, afirmou.

O Grande Mestre Internacional de Xadrez, Rafael Leitão, acompanhou algumas partidas e participou da premiação de vencedores das categorias infantil e infanto.  O heptacampeão brasileiro, que também coordena o Projeto Xadrez na Escola, do Governo do Estado, disse que começou sua carreira nos JEMs quando tinha apenas 6 anos. “Lembro que o primeiro JEMs que competi, eu tinha apenas 6 anos. Sou jogador profissional a muito tempo, por isso tentando ajudar a encontrar novos talentos e a disseminar o xadrez no Maranhão”, afirmou.

De Vitória do Mearim, Caio Cruz Mendes, de 13 anos, ganhou a disputa dos JEMs/ParaJEMs na categoria infantil masculino. O garoto que estuda na Escola Maria Celeste Barros, disse que conheceu o xadrez por meio do irmão. “Via o meu irmão jogando e achava interessante e pedi para ele me ensinar; na verdade, até hoje, me ensina. Nós treinamos muito para eu não fazer feio no meu primeiro JEMs”, afirmou o atleta.

Bruno Silva, irmão do campeão, disse que foi obrigado a aprender a jogar xadrez na escola em que estudava, pois era uma das disciplinas obrigatórias. “O Caio queria aprender a jogar xadrez, comecei a ensinar ele; depois comecei a apanhar do meu aluno/irmão. Dificultei a vida dele um pouquinho fazendo ele jogar treinar com a metade das peças dele, enquanto eu jogava com todas as minhas, sei que não era justo, pelo visto valeu a pena”, disse.

Vencedores na modalidade Xadrez 

Infantil Feminino
1º – Francisca Kelly de Araújo (Caxias)
2º – Jaibara da Silva Elias
3º – Stefhane Sousa (Alto Alegre do Pindaré)

Infantil  Masculino
1º – Kaio Cruz Mendes (Vitória do Mearim)
2º – Gustavo Neves dos Santos
3º – Natanael Aranha Garcia Garcia (Itapecuru Mirim)

Infanto Feminino
1º- Giovanna Almeida Piovacari
2º – Mariana da Silva Lima
3º – Valéria Luiza Costa Gonçalves

Infanto Masculino
1º – Flávio Antônio Reis Ferreira Filho
2º – Authelbeiton Kauan Sousa Santos (Caxias)
3º – Francisco Vitor dos S. R. Lima (Imperatriz)