Tricolor paulista busca mais um defensor canhoto

O técnico argentino Hernán Crespo já chegou no São Paulo dando o que falar e começa, agora, a tentar formar um grupo fechado de atletas e implantar seu estilo de jogo na equipe tricolor. Segundo diversas fontes, Crespo está perto de fechar o grupo de atletas que defenderão o São Paulo nesse primeiro semestre do ano e sua última grande exigência seria a contratação de um zagueiro que seja, de preferência, canhoto e estrangeiro. Crespo tem, ainda, predileção por zagueiros argentinos. Apesar de a diretoria do tricolor estar, ativamente, em busca de realizar a contratação, eles consideram que, apesar de necessária, ela não é tão urgente assim, já que o time paulista conta com pelo menos três bons defensores centrais (Miranda, Arboleda e Bruno Alves) à disposição de Crespo. Assim sendo, as buscas estão sendo feitas em um rítimo mais lento e os nomes veem sendo analisados com calma em busca de um atleta que preencha, corretamente, as exigências do treinador argentino. Abaixo, nós da Betsonly (não se esqueça que você encontra os melhores bônus sem depósitos na Betsonly.net) falaremos um pouco mais sobre os nomes que veem sendo sondados pelo tricolor paulista.

 Um dos primeiros nomes que foi cogitado pelo São Paulo, em sua busca por um zagueiro, foi o do defensor argentino Adonis Frías, do Defensa y Justicia, clube da primeira divisão da Argentina que foi dirigido por Crespo antes de ele assinar com o tricolor paulista. Segundo consta, o treinador gosta bastante do estilo de Frias e o considera uns dos melhores defensores com quem já trabalhou. Apesar de o jogador ser destro e não canhoto, o clube paulista se interessou pela transferência. Contudo, ela ainda não saiu do papel porque o São Paulo quer trazer o jogador apenas por empréstimo, enquanto o Defensa y Justicia só tem interesse em uma transferência permanente, o que teria esfriado bastante as negociações.

 Outro zagueiro argentino que estaria na mira do São Paulo é Alan Franco, do Independiente, também da primeira divisão da Argentina. Franco tem apenas 24 anos e é bastante talentoso e promissor, tanto assim, que já foi até convocado para a seleção argentina. A negociação, no entanto, esbarrou, novamente, na vontade do São Paulo de trazer o jogador apenas por empréstimo enquanto o Independiente (assim como o Defensa y Justicia, no caso de Frias) tem interesse apenas em uma transferência permanente. No caso de Franco, existe ainda um complicador adicional, o jogador interessa ao Atlanta United dos Estados Unidos (clube dirigido pelo ex-zagueiro argentino Gabriel Heinze) que estaria disposto a pagar por ele um valor que o São Paulo não estaria disposto a bancar. Franco já estaria, inclusive, em solo americano pronto para assinar com o time de Atlanta. O atleta, no entanto, estaria em isolamento após contrair o COVID-19 e, pelo que consta, ainda não assinou com o time americano. Devido a isso, e as idas e vindas desse caso, é possível dizer que, talvez, o tricolor paulista ainda possa fechar contrato com ele.

Para terminar, falaremos de um defensor brasileiro, o zagueiro do Santos, Sabino. Segundo diversas reportagens da imprensa brasileira, a diretoria do São Paulo estaria de olho no zagueiro e na avaliação dos mesmos, o atleta é talentoso e teria condições de jogar pelo tricolor paulista. Contudo, tanto a diretoria quanto Crespo não consideram a contratação de Sabino uma prioridade no momento e por isso as negociações têm andado a passos lentos. Como o Santos teria interesse em negociar o atleta, já que considera seu contrato caro demais para um jogador que ainda não se firmou como titular, o zagueiro de 24 anos pode ser o “bote salva-vidas” do São Paulo se todas as outras contratações falharem e o tricolor paulista, realmente, necessitar contratar um novo defensor central para reforçar seu elenco.