Surfista André Pássaro parte para Pororoca Maranhense com uma missão diferente

O surfista André Pássaro vivenciará mais uma experiência na ‘Pororoca Maranhense’, na cidade de Arari (MA), a partir desta terça-feira (18 de abril). A sua terceira experiência na localidade terá uma missão especial: produzir de um documentário com os surfistas mirins locais. O meu objetivo é mostrar a realidade social e destacar os talentos da população ribeirinha, que sonha com a carreira de surf profissional.

“Nesta minha terceira ida a Ariri, vou documentar a Pororoca de um jeito diferente, vou surfar junto aos surfistas locais, sem o auxílio das motos aquáticas e mostrar a nova geração de lá, os verdadeiros surfistas locais, ribeirinhos que amam o Surf, além das crianças e dos jovens”, relatou André.

A pororoca é um fenômeno da natureza produzido pelo encontro das correntes de maré com as fluviais, no período de maresia durante as luas novas e cheias.

André Pássaro

Natural do Rio de Janeiro (RJ), mas radicado em Rio das Ostras (RJ), André Gustavo Silva Guimarães de Barros, de 35 anos, tem uma trajetória altamente positiva. O surfista teve muitas dificuldades na infância, por não ter condições financeiras e por residir num lugar com ondas pequenas, meio sem expectativa, usando uma prancha velha e com o bico quebrado. Mas, com força de vontade e perseverança conseguiu superar essas e outras adversidades, passando por cima de tudo para me tornar um surfista de ondas grandes.

Ele lembra que caçoavam dele, e o chamavam de medroso e ‘merrequeiro’, mas na verdade Pássaro não tinha oportunidade de mostrar o seu potencial. Agora, como um renomado surfista Big Rider, André segue buscando novos desafios, com apoio e parceiros importantes que tem ao seu lado: Red Nose, Lougge, Espaço Phisio5d, Noboru Surf Board e Educandário Creche Escola.

Sua performance acrobática lhe rendeu o apelido Pássaro, pois André literalmente voa nas ondas. Depois, surfando nos maiores e mais perigosos points do surf mundial, o apelido ficou Psico Pássaro.

Nesse tempo que milita no Surf, André Pássaro já viveu duas experiências maravilhosas na Pororoca do Rio Mearim, em Arari (MA). A primeira experiência se deu em 2020 e a segunda em 2022. Além de surfar, André aproveitou a estada na cidade para interagir com a população local e também realizar algumas ações sociais com a população ribeirinha.