Oeste x Sampaio Corrêa – Jogo de vida ou morte na zona de rebaixamento

A quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro da Série B, o Oeste voltará a campo neste sábado mais uma vez longe de Itápolis (SP). Com o estádio dos Amaros interditado pelo Corpo de Bombeiros desde o início da competição, o clube recebe o lanterna Sampaio Corrêa às 21 horas, pela 12ª rodada, na Arena Barueri, aonde já vinha mandando seus jogos.

Do outro lado, porém, o Sampaio vem de dois empates consecutivos e reanimou o elenco. Isso porque o time chegou aos seis pontos na última posição, mas vê o Tupi, logo acima, com apenas oito e o Bragantino com nove. O primeiro time fora da zona de rebaixamento é o Avaí, com 11. Do outro lado, o Oeste tem 13 e pode terminar a rodada na degola.

TAMO JUNTO

Na última partida como mandante, um grupo de torcedores foi até Barueri protestar contra a atual situação do clube. “A gente entende o lado deles e por isso estamos correndo atrás. Nós também queremos voltar pra Itápolis, mas depende do Bombeiro, que está pedindo algumas reformas no estádio. A gente ta em contato com a Prefeitura pra jogar pelo menos o Paulista em Itápolis”, disse o Vice-Presidente Mauro Guerra ao Portal Futebol Interior.

Dentro de campo o técnico Fernando Diniz não deve ter grandes mudanças. O único jogador suspenso é o atacante Maurinho, que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Ceará na última terça-feira e nem será relacionado para esta rodada. Como vinha no banco de reservas, o treinador não deve ter mudanças no time titular, com Crysan, Marcus Vinícius e Léo Arthur na frente.

TÔ DE VOLTA!

Ausente do último jogo devido a uma forte febre, Léo Gago participou normalmente do treino realizado no CT do São Paulo e deve ficar à disposição. Na movimentação, o técnico Wagner Lopes comandou uma atividade tática, já com o volante Felipe Baiano e o meia Lucas Sotero à disposição para o próximo compromisso Tricolor. Os dois jogadores devem ser regularizados até esta sexta e ser opção para o técnico boliviano montar a equipe.

Um dos jogadores mais experiente do elenco, Léo Gago enfatiza a vontade dos companheiros em querer reverter a situação atual: “Nosso grupo está ficando cada vez mais forte e com o espírito de querer vencer, tanto dentro quanto fora de casa. Os resultados não estão acontecendo, mas vamos dar a cara para começar a virar esse quadro o mais rápido possível”, frisou o volante Tricolor.

 

Fonte: Futebol Interior