Filho de Rodrigo Ramos está seguindo os passos do pai

Diz o ditado que filho de peixe, peixinho é. E é assim que vem acontecendo com Rafael Delane Massessini, que para quem não sabe é um dos filhos do goleiro Rodrigo Ramos. 

Portanto, anotem esse nome, Rafael Delane Massessini, ou simplesmente Rafael, que com apenas 11 anos vem agradando aos seus treinadores, no dia a dia debaixo de um gol. Rafael estuda o sexto ano no Centro Educacional  Balão Mágico (Cebama). O garoto está treinando na Academia GK1, só para goleiros, e joga na Escolinha do Grêmio Imperatriz. 

Segundo o pai, Rodrigo Ramos, um dos maiores goleiros da história do futebol maranhense, que aos 40 anos estava jogando antes da pandemia do novo coronavírus pelo Altos do Piauí, ele não queria que Rafael fosse goleiro. “A princípio eu não queria que ele fosse goleiro, mas despertou essa paixão desde pequeno, desde quando me acompanhava quando jogava pelo Imperatriz, Moto e Sampaio”, disse Rodrigo Ramos. 

O garoto Rafael tem uma característica e qualidade muito boa, e está sendo trabalhado para que seja levado para fora e inclusive já tem pretendentes, no caso empresários que já demonstraram interesse em ajudá-lo, levando-o para clubes fora do estado. Ser filho de Rodrigo Ramos representa uma herança dupla para o filho, que é arqueiro ainda na categoria Sub-11 mas que pelo porte do menino, pode disputar o Sub-13. Um DNA privilegiado, por um lado, e o peso de descender de um dos grandes ídolos do futebol maranhense, principalmente do torcedor do Imperatriz, Rodrigo Ramos. Mas Rafael tem talento, vontade e sabe que escolheu bem a posição que está acostumado ver o pai brilhar, a de goleiro. Com as aulas ainda suspensas devido a pandemia do novo coronavírus, Rafael está tendo mais tempo para treinar, e faz isso com responsabilidade, porque só assim é possível para chegar a ser um grande goleiro e esse é o caminho.

Fonte: O Progresso