De volta, Flávio Araújo quer recolocar o Sampaio no caminho das vitórias

A nova era Flávio Araújo começou no Sampaio. De volta ao Tricolor, o treinador foi apresentado para a imprensa em uma concorrida coletiva, cercado pela expectativa em ajudar a equipe a dar uma volta por cima na competição.

O presidente Sergio Frota fez as honras da casa e desejou sorte ao novo comandante, depositando total confiança no técnico boliviano: “O Flávio é um profissional competente, que esteve comigo nas grandes conquistas dos últimos anos, e chega com o respaldo que conquistou durante suas passagens pelo Sampaio. Espero que possa nos ajudar a dar a volta por cima e nos colocar novamente no caminho das vitórias”, declarou o presidente Tricolor.

Sereno em sua apresentação, Flávio Araújo reconheceu as dificuldades que terá pela frente, mas destacou a imensa vontade em superar essa grande provação: “O momento é diferente agora. O desafio é muito maior, porque estamos na zona de rebaixamento. A situação é delicado, e vamos precisar trabalhar com muita dedicação, sendo realistas, para que a equipe assimile rápido a minha maneira de jogar e de treinar. Precisamos formar um time competitivo para que o Sampaio volte a ser vencedor”, frisou o treinador boliviano.

Flávio revelou que o carinho especial pelo Sampaio o trouxe de volta, além de crer que possa reverter o quadro atual: “Aceitei o convite, primeiramente, por ser um clube que me identifico bastante, e por acreditar que nada está perdido. Nas minhas passagens anteriores, a torcida cantava ‘vamos subir, Paiô’. Agora, todos têm que se unir e cantar: ‘Vamos ficar, Paiô’. É esse o espírito”, determinou o comandante Tricolor.

Mesmo tendo chegado no dia de sua apresentação, Flávio Araújo não perdeu tempo, e, após a apresentação, já subiu para o campo, onde conheceu o grupo e comandou o seu primeiro treino à frente da Bolívia Querida.

Reforços – Além de apresentar o treinador, Frota ainda anunciou mais três jogadores para reforçar a equipe. Os volantes Diogo Orlando e Tássio, que vêm do Itabaiana e Linense, respectivamente, e o meia Enercino.

Diogo Orlando tem 32 anos, 1,79 de altura e 77kg. Acumula passagens pelo Volta Redonda, Mirassol, São Caetano, Avaí, Ceará, Fortaleza e Santo André.

Vindo da Linense, Tássio atua como segundo volante e tem 23 anos. Já defendeu as equipes do Juventude, Oeste e Inter de Santa Maria.

Já o meia Enercino vem do futebol cearense, onde defendia o Uniclinic. Tem 29 anos e já jogou pelo Nacional/PB, Sergipe, Auto Esporte e Cruzeiro/PB.

“As contratações estão seguindo um protocolo com apoio do Flávio Araújo, visando dar um suporte necessário para que possamos nos estabelecer na competição. Admito que cometi equívocos, mas sigo me empenhando, noite e dia, para consertá-los e colocar o Sampaio novamente nos trilhos das vitórias”, afirmou o presidente Sergio Frota, que garantiu ainda mais reformulações na equipe.

Saídas – Seguindo a reformulação no elenco, o presidente anunciou também a liberação dos volantes Levi e Walderrama, assim como do atacante Carlos Alberto. Os jogadores já estão livres para acertar com outros clubes.