Maranhão Esportes|Esporte Maranhense

Conheça os maiores garçons da temporada 2019/20

Indiscutivelmente, o gol é o momento mais mágico do futebol. Nenhum outro acontecimento no esporte mais popular do mundo consegue arrancar emoções tão distintas e intensas quanto uma bola que vai parar no fundo do gol — e que pode mudar a história de torcedores, clubes, jogadores, técnicos, países e até mesmo do próprio futebol. Antes que a bola ultrapasse a linha do gol, no entanto, é preciso que alguém crie a chance disso acontecer.

Por trás do artilheiro que ganha os holofotes ao marcar está o companheiro que armou a jogada para que isso se tornasse uma realidade. Muitas vezes taxados de pouco ambiciosos por preferirem servir ao parceiro em vez de finalizar, como por anos disseram de Iniesta, ex-jogador do Barcelona, eles são responsáveis por abastecer o ataque de suas equipes e fazem isso com maestria.

Com a temporada 2019/20 em sua metade após o fechamento da janela de transferências de inverno, chegou a hora de conhecer quem são os maiores “garçons” do mundo até o momento. Confira!

1 – Hakim Ziyech (Ajax)

Para o público geral, Hakim Ziyech despontou como um grande jogador na temporada passada, sendo um dos responsáveis por conduzir o Ajax até a semifinal da Liga dos Campeões da Europa. O meio-campista canhoto é veloz, habilidoso, bom finalizador, mas acima de tudo é um excelente criador de jogadas. Não à toa, aos 26 anos, é o jogador das principais ligas europeias com o maior número de assistências dadas aos seus companheiros.

Em 29 jogos até aqui, possui incríveis 21 passes para gols. E se engana quem acha que a estatística é boa porque Ziyech joga em um time muito forte para a sua liga. Na Eredivisie, o meia soma 13 passes em 18 jogos. A boa média só não é melhor do que o seu desempenho na Liga dos Campeões da Europa. Mesmo em um grupo difícil que contava com Chelsea, Lille e Valencia, o jogador assistiu os seus companheiros cinco vezes em seis partidas.

2 – Dusan Tadic (Ajax)

Parceiro de Ziyech no setor ofensivo do Ajax, Tadic também é um dos grandes responsáveis pelo gigante holandês possuir um ataque tão versátil e criativo. Projetado para o futebol após boas atuações pelo Southampton, da Inglaterra, onde era reconhecido pelos passes que dava, o sérvio se mudou para o time de Amsterdã e mostrou que realmente assistir é o seu ponto forte.

Referência técnica e capitão do time, Dusan Tadic já tem 21 assistências em 34 jogos na temporada. A maioria delas vem do Campeonato Holandês, onde já soma 15. No entanto, assim como o seu companheiro, também se destacou nos complicados duelos da Champions, quando passou para o gol em três oportunidades.

3 – Michael Liendl (Wolfsberger)

O terceiro melhor assistente da Europa vem da Áustria e deve ser bem desconhecido de boa parte do público. Aos 35 anos, Michael Liendl é o camisa 10 e capitão do Wolfsberger, que vem praticamente carregando o time nas costas durante a primeira metade do calendário europeu de futebol.

Já são 26 jogos e 19 assistências até aqui na temporada, a maior parte delas, é claro, realizadas no Campeonato Austríaco, do qual o Wolfsberger é 4º colocado (o FC Salzburg lidera com folga). Na Liga Europa, competição em que o time ficou em último no grupo que tinha Borussia Mönchengladbach, Roma e Istanbul Basaksehir, distribuiu três passes e ainda marcou uma vez (mais de 50% dos sete gols do clube no campeonato).

4 – Kevin De Bruyne (Manchester City)

Não é de hoje que Kevin De Bruyne se destaca por ter uma visão de jogo invejável. O meia belga é quem Pep Guardiola mais deposita confiança para armar as jogadas ofensivas do Manchester City e o camisa 17 não decepciona o seu treinador. E nunca o atleta foi tão garçom como está sendo nesta temporada.

Nos 31 jogos em que atuou até este início de janeiro, Kevin De Bruyne passou para seus companheiros marcarem 18 vezes a melhor marca entre todos os jogadores que jogam nas seis principais ligas da Europa (conhecido como “Big Six”, o grupo é composto pelos campeonatos Inglês, Italiano, Alemão, Espanhol e Francês). Quase todas (16) saíram em jogos da Premier League, mas também há um passe na Liga dos Campeões e outro na Copa da Liga Inglesa.

5 – Jesús Corona (Porto)

O mexicano Jesús Corona é a referência técnica que o time do Porto tem em seu elenco. Habilidoso, ele é responsável por aparecer nas horas difíceis e dar um jeito de fazer com que seu time fure a defesa dos adversários. Quando não é no drible, o torcedor pode ficar tranquilo, pois é servindo os seus companheiros com passes que o meia-direita se destaca.

E o Porto pode contar com Jesús Corona a qualquer momento. Em 33 partidas que disputou na temporada, o mexicano distribuiu 17 assistências, sendo o único da lista com pelo menos uma assistência em cada campeonato que disputou e o único a ter dado assistência em pelo menos quatro competições diferentes (Campeonato Português, Allianz Cup, Liga Europa e Taça de Portugal). 

Aposte com o Betsul

O Betsul é o melhor site de apostas esportivas da América do Sul e oferece uma série de modalidades, campeonatos, jogos e tipos de apostas para os seus usuários. Quer fazer parte do time? Então acesse o site, faça o seu cadastro, ganhe até R$ 120,00 de bônus com o primeiro depósito e comece a dar os seus palpites.

Fonte: Betsul