Com um time 100% maranhense, Sampaio é terceiro na Copa Rio de Beach Soccer

A opção do técnico Chicão Castelo Branco foi disputar a Copa Rio Marinha de Beach Soccer com um time formado apenas por jogadores maranhenses. E a medalha de bronze conquistada pelo Sampaio Corrêa no torneio realizado na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, mostra que a escolha do treinador foi acertada. Com uma campanha quase perfeita, o time tricolor fez grandes jogos e caiu apenas nas semifinais quando perdeu por 3 a 1 para a equipe do PJ/Geração. Com a derrota, o Sampaio Corrêa terminou a competição na terceira posição no geral e segue entre as melhores equipes de beach soccer do país.

“A semifinal foi complicada. Fizemos uma ótima campanha com um time 100% de maranhense. Fizemos três jogos duríssimos na primeira fase, mas, infelizmente, na semifinal, sentimos o cansaço e não conseguimos vencer o jogo. Mas ficou a certeza que esse grupo de jogadores 100% maranhenses pode jogar de igual pra igual com todos os grandes times do país. Agora vamos corrigir os erros e acertar os detalhes para as próximas competições”, comentou Chicão Castelo Branco.

O Sampaio Corrêa chegou ao torneio na “cidade maravilhosa” com poucos dias de treinamento. Mesmo assim, a equipe foi se superando a cada jogo. Na estreia, o time maranhense derrotou o Fluminense por 4 a 3 de virada, após estar perdendo o duelo por 3 a 1.

No jogo seguinte, novo triunfo. Desta vez, o Tricolor não deu chances ao América e venceu por 8 a 6, se classificando para as semifinais com uma rodada de antecipação. No último jogo da fase de grupos, o Sampaio Corrêa teve pela frente a forte equipe do Botafogo.

No confronto contra o alvinegro carioca, o time maranhense se superou mais uma vez. Em uma partida tensa, decidida somente na prorrogação, o Sampaio Corrêa bateu o rival por 5 a 4 garantindo a melhor campanha do Grupo B.

Porém, nas semifinais, o desgaste dos jogos anteriores aliado ao pouco tempo de preparação pesou. O Sampaio Corrêa fez até um bom jogo diante do PJ/Geração, mas acabou sendo derrotado por 3 a 1 e ficou na terceira colocação no geral, pois no confronto direto com o Botafogo – time que foi derrotado pelo Vasco da Gama na outra semifinal – o time maranhense levou a melhor não havendo a necessidade da realização de um jogo pelo bronze.

O título da primeira edição da Copa Rio Marinha de Beach Soccer ficou com o Vasco da Gama. O time da Colina superou o PJ/Geração por 4 a 1 na decisão.

Artilharia

Não apenas a terceira colocação na Copa Rio Marinha de Beach Soccer é motivo de comemoração por parte do time do Sampaio Corrêa. Além da excelente campanha nas areias cariocas, a equipe tricolor também comemora uma premiação individual. O pivô Serginho, com oito gols marcados, terminou o torneio como principal artilheiro.

CAMPANHA DO SAMPAIO NA COPA RIO MARINHA

6/5 (quarta-feira)

Fluminense 3 x 4 Sampaio Corrêa

7/5 (quinta-feira)

América 6 x 8 Sampaio

8/5 (sexta-feira)

Botafogo 4 x 5 Sampaio Corrêa

9/5 (sábado)

Sampaio 1 x 3 PJ/Geração (semifinal)