Maranhão Esportes|Esporte Maranhense

Após 18 anos, medalhista olímpico Codó volta ao Maranhão com projeto para formar atletas

Após 18 anos morando em São Paulo, um medalhista nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, está de volta ao Maranhão. E com uma missão especial: comandar um projeto para formar futuros atletas. Trata-se do velocista maranhense José Carlos Moreira – ou simplesmente Codó –, que se encontrou com o governador Flávio Dino nesta quinta-feira (14) no Palácio dos Leões.

O convite para desenvolver o projeto partiu do governador. E Codó aceitou. A ideia é incentivar o esporte entre os estudantes da rede estadual de ensino, sem que sejam obrigados a sair do Estado para conseguir uma formação adequada.

É algo semelhante ao que já feito pelo campeão de xadrez Rafael Leitão, que comanda um projeto de sucesso no Maranhão.

“Essa volta minha para o Maranhão é um momento único. Vinha conversando bastante com [o secretário de Esporte] Rogério Cafeteira e hoje tive a honra de conversar com o governador”, afirmou Codó.

De acordo com Cafeteira, “nós temos um potencial grande, pouco explorado. A maioria dos nossos jovens acaba tendo que ir para outros estados, em busca de oportunidades. Queremos inverter isso. O projeto propõe trazer atletas de renome internacional para montar cursos e aulas, para que nossas crianças não precisem sair do nosso estado”.

DNA esportivo

om a parceria firmada nesta quinta-feira, o projeto começa a tomar forma. “Vamos revelar novos atletas para o Maranhão. O DNA do Maranhão tem grandes potenciais. Estou muito feliz e esperançoso com o que vem pela frente”, diz Codó

O medalhista olímpico ressaltou que “o projeto não é só formar atletas, mas também formar cidadãos que possam se destacar no Maranhão, no Brasil e no mundo”.

Cafeteira disse que “Codó está voltando para o Maranhão e nós temos que aproveitar este ícone do atletismo brasileiro para que a gente possa implementar algumas políticas na área de esporte, mais voltada para o atletismo”.