SÉRIE C: Sampaio enfrenta o Volta Redonda-RJ no Raulino de Oliveira

Please enter banners and links.

Começa neste sábado a batalha definitiva pelo acesso à Série B, com a rodada de ida das quartas de final da Série C. Às 19h30 é a vez de Volta Redonda e Sampaio Corrêa se enfrentaram no Raulino de Oliveira.

O jogo da volta acontece no mesmo horário do sábado seguinte, dia 23, no Estádio Castelão, em São Luís, capital do estado do Maranhão.Em caso de dois resultados iguais (uma vitória para cada clube com placares iguais ou dois empates) a decisão dos classificados para as semifinais será nos pênaltis. Quem passar desta fase garante o acesso à Série B do Brasileirão de 2018.

O jogo vai marcar o reencontro dos dois times após 41 anos. A última vez que eles se enfrentaram foi em 1976, na elite do Brasileirão, com uma vitória do Sampaio por 3 a 1.O time maranhense foi o líder do Grupo A, com 32 pontos, e chega para o confronto bem credenciado, com a melhor campanha da primeira fase.A missão é conseguir o retorno à Série B após a queda no ano passado.

O Volta Redonda, por sua vez, se classificou na quarta colocação do Grupo B, com 25 pontos, e tenta o segundo acesso consecutivo, após subir da Série D no ano passado. Além disso, não disputa uma Série B desde 1998.

TODO CUIDADO
Em nove jogos em casa, o Volta Redonda venceu cinco e empatou quatro, marcando 14 gols e sofrendo apenas três, conquistando assim mais de 70% dos pontos disputados diante do seu torcedor.

Apesar dos bons números jogando em casa, o comandante tricolor Felipe Surian rechaça qualquer favoritismo. Isso porque o Voltaço terá pela frente o melhor visitante da competição. Em nove partidas, a equipe maranhense venceu cinco, empatou três e perdeu apenas uma.

Cenário que faz Felipe Surian destacar a importância de não levar gols nos primeiros 90 minutos do “mata-mata do acesso”, uma vez que o regulamento prevê critério de gol qualificado.

Eu não enxergo uma grande diferença em fazer o primeiro jogo do mata-mata em casa ou fora. A atenção que temos que ter é em relação ao gol, que você não pode tomar dentro de casa, pois é uma questão de desempate. Estudamos muito o adversário, passamos muitas informações para os atletas e agora é colocar em prática o que treinamos durante a semana.” destacou o treinador.

MISTÉRIO
Em sua última atividade em São Luís, antes de seguir viagem para o Rio de Janeiro, o técnico Francisco Diá aproveitou para realizar os ajustes finais no Sampaio Corrêa e observar algumas alternativas de jogo, principalmente relacionadas ao meio-campo do time Tricolor.

O treinador já tem uma definição da equipe que vai começar jogando, mas preferiu divulgar a escalação somente antes do jogo. Com a confirmação da cicatrização da lesão na coxa, o volante Diego Silva participou normalmente do coletivo e deve ser confirmado no time pelo treinador.

César Sampaio também participou dos treinamentos, mas Diá ainda prefere ser cauteloso quanto ao seu aproveitamento nesta primeira partida, e deixou a entender que o preservará para o confronto decisivo no Castelão.Jogador que vem se firmando na equipe titular, Fernando Sobral pede atenção nos primeiros noventa minutos do duelo.

“É jogo de decisão, que precisa ser tratado com toda seriedade e aplicação, até o último minuto. Estamos focados e prontos para tentar conseguir outro bom resultado fora de casa”, afirmou o meia boliviano.

 

Fonte: Futebol Interior