SÉRIE C: Confiança-SE x Moto Club – Pelo G4 ou contra a zona de rebaixamento?

Please enter banners and links.

Empatados na tabela, Confança-SE e Moto Club se enfrentam nesta segunda-feira, pelo fechamento da 12ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, para saber pelo que podem brigar na competição. Se houver vencedor do duelo, marcado para o Batistão, casa do time sergipano, ele pode encostar no G4 do Grupo A. O perdedor, no entanto, se complica e amargaria a zona de rebaixamento.

Moto Club e Confiança somam 11 pontos e ocupam, respectivamente, a 8ª e 9ª posições. No momento, o Moto Club está à frente, na 10ª posição, por ter melhor saldo de gols (-2 contra -7). Para se ter uma ideia de como está embolado o grupo A, o lanterna ASA também tem 11 pontos.

VOLTARÁ, ENFIM, A VENCER?

Para colocar fim ao longo jejum de vitórias na competição – são nove rodadas sem vencer – o Dragão tem um retorno e uma baixa. Quem retorna é o meia Éverton Santos, recuperado de lesão e liberado pelo departamento médico, onde continua o atacante Thiago Silvy, com uma lesão no adutor da coxa direita. Em seu lugar, Léo Ceará é que tem mais chances de entrar.

O desfalque fica por conta do atacante Tito, que cumpre suspensão automática. Frontini deve ser o substituto.

Para as coisas mudarem para melhor, o técnico Roberto Fernandes está contando até com a ajuda de um amigo. O preparador Flávio Trevisan veio dar consultoria ao clube azulino para aprimorar a parte física, que tem sido bastante questionada.

TESTES, DESFALQUES E DÚVIDAS

Para o jogo contra o Confiança, o Moto terá de volta o volante Felipe Dias, mas não só por conta disso o time deve ter mudanças. O treinador Marcinho revelou na entrevista do início da semana, na tarde dessa segunda-feira, no CT Pereira dos Santos, que testaria algumas formações e, realmente, o fez.

Durante os trabalhos na última semana, o treinador Marcinho colocou Raí no lugar de Toni Galego. Testou também Danillo Bala na vaga de Vitinho e na defesa, além de Saulo assumir a titularidade por conta da saída de Márcio Arantes, o treinador colocou Laerte no time no lugar de Wanderson, que desta vez nem relacionado foi para o jogo.

Se confirmada a entrada de Felipe Dias, vai ser a alteração mais profunda no time feita por Marcinho, que substituiu Leston Júnior e nas últimas três partidas manteve basicamente a mesma equipe com o mesmo sistema de jogo, o 4-2-3-1

Na defesa, como Michel vai cumprir mais uma suspensão, abre disputa da vaga entre Wanderson, André Penalva e Laerte. Na derrota, por 2 a 0, para o Salgueiro, Wanderson foi o titular e Laerte ficou no banco de reservas. André Penalva não foi relacionado e ainda não teve a oportunidade de fazer sua estreia. Quem também foi vetado é o meia Valber.

Para a vaga de Valber, e quiser um meio de campo mais marcador, o treinador deve optar por Jerson ou Daniel Barros. Vitinho, Toni Galego e Alex Henrique brigam pela vaga caso Marcinho escolha entrar com um time veloz e mais ofensivo.

Fonte: Futebol Interior