Reunida, Diretoria do Imperatriz prioriza redução de gastos

Na manhã desta segunda-feira (14), a Diretoria da Sociedade Imperatriz de Desportos (SID) realizou reunião para discutir diversos assuntos relacionados à logística para o jogo de estréia da equipe na Copa do Brasil, que ocorre na quarta-feira, dia 6 de março, em jogo contra o Fortaleza (CE), no Estádio Municipal Frei Epifânio, a partir das 19h15.

Durante a reunião de ontem, foram tomadas diversas providências com o objetivo de reduzir custos e aumentar as receitas do Imperatriz, entre as quais, não haver a figura do cambista na venda dos ingressos para a partida do Cavalo de Aço contra o Fortaleza.

“Não temos nada contra os cambistas, o que acontece é que não estamos vendo a necessidade dos mesmos para essa partida, tendo em vista que o pouco que é arrecadado é dividido e as despesas são muito grandes”, disse a reportagem o presidente do Conselho Deliberativo (CD) do Imperatriz, advogado Antônio Torres, logo após os trabalhos.

Outra medida adotada pelos diretores do Cavalo de Aço é que também não serão distribuídas cortesias. “As pessoas que trabalharão durante a partida, terão seus nomes constando numa lista”, reforçou Antonio Torres, acrescentando que os integrantes da Charanga Cavalina não serão atingidos pela determinação.

“Quem ganha mais cortesia hoje é a pessoa que pode pagar. Isso não é possível, pois estamos com um plantel, com custos altos. Qualquer valor arrecadarmos hoje é importante. Nós estamos saindo de uma competição que, lamentavelmente, já não tem condições para nós, mas estamos acreditando nessa Copa do Brasil. As medidas foram tomadas por tais motivos”, revelou o dirigente.

Antonio Torres aproveitou para destacar que a meta é trazer o Flamengo para jogar em Imperatriz. O primeiro passo, entretanto, para que isso possa acontecer, é o time sair vitorioso do jogo da noite desta quarta-feira. “Queremos avançar, ou seja, disputar o segundo turno do Estadual diferente, nós queremos ganhar o Campeonato Maranhense e participar de outras competições no próximo ano”.

Para os dirigentes do Imperatriz, o controle financeiro tem de ser prioridade no que diz respeito à manutenção de uma Comissão Técnica e de um plantel de qualidade. “Temos de controlarmos e atuarmos com uma logística totalmente diferente. É isso que estamos propondo”, assegura.

O Imperatriz faz parte da Chave 7 da Copa do Brasil. Os outros integrantes são o Flamengo, Confiança, Globo, Bahia, Rede Bull Brasil e América Mineiro. Participam oitenta clubes dos vinte e seis estados brasileiros.

Os ingressos para o jogo de amanhã à noite, no Frei Epifânio já são comercializados nos postos autorizados e na portaria do estádio.