Paulo Sérgio supera limites e grava seu nome para sempre na história Tricolor

Há muitas histórias a serem contadas sobre este acesso do Sampaio. Uma delas, certamente, passa pelos ombros do zagueiro Paulo Sérgio, que viveu um drama por mais de quatro anos, e encontrou a redenção ao superar os próprios limites.

“Está acabado para o futebol”. Cansou de ouvir pelos cantos. Contrariou as afirmações obtusas. “Ex-jogador”. Ignorou-as. Provou o contrário. Manteve-se firme, teve perseverança e, principalmente, fé. Não, Paulo nunca desistiu. Porque o destino ainda reservava muitas páginas em branco para ele colorir. Conseguiu.

Como ele insiste em frisar: “Foi Deus quem me trouxe até aqui”. E é sob esse mantra que carrega no peito um coração valente, inabalável. No braço, a faixa de capitão, na alma, o sangue Tricolor. Paulo Sergio é pura raça.

Seu terceiro acesso. Um predestinado, que trilhou caminhos espinhosos até alcançar as lágrimas de contentamento. A tempestade que ficou para trás, a bonança que acolhe o espírito. Um guerreiro que venceu mais uma batalha.

Paulo Sérgio e sua história para contar. O universo Tricolor testemunhou, com os próprios olhos, a força de um cara que não desiste nunca.