Sampaio desafia o líder da Série B hoje para tentar voltar a vencer

DSC04154O Sampaio Corrêa enfrenta o Avaí, líder da Série B do Campeonato Brasileiro, buscando voltar a vencer na competição após empate fora de casa contra o Oeste (SP). O último triunfo do time maranhense foi em casa, na base do sufoco, contra o frágil Icasa (CE) por 3 x 2. O tricolor vinha de uma série de quatro empates, e os resultados já incomodavam o técnico Lisca. Já os catarinenses querem seguir série de vitória, chegar aos 44 pontos e aumentar ainda mais a sua distância para os concorrentes no topo da tabela. O Sampaio tem 33 e é o nono colocado. A partida será realizada hoje, às 19h30, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Se o técnico Lisca já precisava quebrar a cabeça para escalar o ataque do Sampaio com a lesão de Willian Paulista, que vai ficar sem jogar por três semanas, uma nova notícia complicou ainda mais a vida do treinador. Após exame realizado no domingo, foi constatada uma torção no joelho de Waldir, que também está vetado para a partida contra o Avaí.

“O jogador deve retornar a São Luís nas próximas horas para realizar os exames necessários e ser detectada a gravidade da lesão. Waldir se contundiu em uma jogada na ponta esquerda, pouco antes do final da partida diante do Oeste, disputada no irregular gramado dos Amaros”, afirmou o clube através de uma nota divulgada em seu site.

Com este problema, Lisca deve manter o ataque com Válber improvisado ao lado de Edgar. Apesar de produzir pouco no jogo contra o Oeste, o treinador acredita que seu time pode assustar mais a defesa adversária com o maior entrosamento. Outra opção do treinador é apostar na entrada de Pimentinha. Ele foi elogiado quando entrou contra o Oeste, mas corre por fora na briga pela posição de homem de referência.

Se caso o técnico Lisca decida pelo menos provável, a tendência é que Cascata também apareça na equipe titular. Além dele, o treinador tem à disposição entre os suplentes o goleiro Marcelo Pitol, o zagueiro Robinho, os volantes Marino e Arlindo Maracanã e os meias Cleitinho e Jonas Maia.

Fonte: O Estado do MA