Marcelo Medeiros assume a vice-liderança do Rally dos Sertões

 foto 2 - sedel - rally dos sertões“Um dia de cada vez”. Esse é o pensamento do piloto Marcelo Medeiros, que a cada dia está subindo de posições no 21º Rally dos Sertões. Nesta 5ª etapa – a qual foi realizada a Maratona -, o jovem maranhense que conta com  apoio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, acelerou forte e, apesar de enfrentar alguns problemas, fechou o dia na marca de 04h52min12s, obtendo o 2º lugar. Na classificação acumulada, Medeiros está na 2ª posição, com 13h51min20s. A prova terminou na cidade tocantinense de Natividade, que pela terceira vez recebe a competição (2001, 2005 e 2013).

O percurso desta segunda-feira (29) teve 487 quilômetros, com 295 quilômetros de trecho cronometrado. Apesar de o terreno ter oferecido boas condições para os pilotos acelerarem forte, o fato de ser uma etapa maratona, fez que com todos os competidores tivessem um pouco mais de prudência, afinal, os mecânicos das equipes de apoio estão proibidos de chegar perto das máquinas. Ou seja, reparos nos equipamentos, somente quando acabar a 6ª etapa, em Palmas (TO).

“Hoje, tive problema com a mangueira de combustível que furou. Parei e travei as mangueiras e consegui seguir na disputa. No km 180 da planilha, bati em um barranco e capotei, mas pensei no quanto precisava prosseguir, então, desvirei o quadriciclo e continuei. Hoje, meus concorrentes também tiveram dificuldades, por isso, eu não sofri tanto prejuízo” , comentou o piloto Marcelo Medeiros, da Maranhão Race.

O roteiro adentrou parte do Jalapão e apresentou muitas retas, o que proporcionou um trajeto mais “confortável” e com menos dificuldades, quando comparadas a etapa de ontem. “Hoje o terreno era arenoso e teve muito trial. Para os quadriciclos, o trial exigi muito dos pilotos, pois cansa demais. Fora isso, tinha as retas que permitiram colocarmos mais velocidade”, comentou Medeiros, que adiantou: “Amanhã (terça, 30), largarei como hoje, tranquilo… Se acelerar tudo, pode ser que veículo quebre, e não é isso o que eu quero”.

A etapa Maratona segue amanhã, com o sexto dia de prova. Até Palmas (TO), será um trajeto de 424 quilômetros, com 322 quilômetros de cronômetro aberto. No total, o 21º Rally dos Sertões terá 4.115 quilômetros de provas, sendo 2.488 de trechos cronometrados.

 

CLASSIFICAÇÃO – 5ª ETAPA – 29 DE JULHO

Porangatu (GO) a Natividade, (GO)

Categoria Quadriciclos 

1º Rafael Sonik, 04h41min56s 
2º Marcelo Medeiros, 04h52min11s
3º Mauro Almeida, 04h54min18s
4º Gabriel Varela, 04h58min29s
5º Robert Nahas, 04h59min47s 

Classificação Geral até a 5ª etapa

Categoria Quadriciclos 

1º Rafael Sonik, 13h21min00s
2º Marcelo Medeiros, 13h44min42s
3º Robert Nahas, 13h51min20s
4º Gabriel Varela, 14h27min30s
5º Mauro Almeida, 14h56min09s

Roteiro – 21º Rally dos Sertões

30 de julho – Etapa 6 – Natividade a Palmas, TO
31 de julho – Etapa 7 – Palmas a Palmas, TO
01 de agosto – Etapa 8 – Palmas, TO, a Minaçu, GO
02 de agosto – Etapa 9 – Minaçu a Goianésia, GO
03 de agosto – Etapa 10 – Goianésia a Goiânia, GO – Premiação na chegada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.