. Lei de Incentivo garante participação de maranhenses no Rally dos Sertões – Maranhão Esportes

Lei de Incentivo garante participação de maranhenses no Rally dos Sertões

Foto 2 - Rally dos SertõesCom apoio do Governo do Estado e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, de autoria do secretário de Estado do Esporte e Lazer, Joaquim Haickel, a equipe Maranhão Race, composta pelos pilotos Marcelo Medeiros e Igor Guerra, disputará na categoria quadriciclo a 21ª edição do Rally dos Sertões. O evento ocorrerá entre os dias 25 de julho a 3 de agosto, nos estados de Goiás e Tocantins.

Marcelo Medeiros já coleciona títulos na carreira automobilística, iniciou sua carreira no Kart, foi duas vezes vice-campeão brasileiro, nove vezes campeão maranhense, uma vez campeão cearense, além de ganhar 4 vezes a etapa da seletiva Petrobras de Kart, etapa norte/nordeste. Ano passado, foi campeão da 20ª edição do Rally dos Sertões, na categoria Quadriciclo. Este ano, será a quarta vez que irá participar, sendo que no primeiro ano (2010) ficou em terceiro lugar em sua categoria.

Já Igor Guerra é estreante na competição nacional, mas já traz na sua trajetória vitórias em campeonatos regionais de quadriciclo e kart. Consagrou-se campeão maranhense de kart e este ano ficou em 2º lugar no brasileiro de quadriciclo (1500) no Rio Grande do Norte.

Os competidores acelerarão suas máquinas por 4.157 quilômetros entre Goiás e Tocantins e terão oito cidades dormitórios: Goiânia, Pirenópolis, Uruaçu, Porangatu, Minaçu e Goianésia (GO) e Natividade e Palmas (TO). Do percurso total, 62% serão de trechos cronometrados, ou seja, 2.578 quilômetros. Pelo caminho, um verdadeiro “campo de testes” do fora-de-estrada: muitas erosões, pedras, curvas – setores bem sinuosos -, pontes, lombadas, valas, mata-burros, travessias de rios e muito chão de areia.

Defendendo a equipe Maranhão Race, os pilotos Marcelo Medeiros e Igor Guerra declararam que no país não há rally mais difícil que este. “É bem complexo falar do Rally Sertões, principalmente, na questão que abrange preparação. Creio que a melhor preparação é competir os Sertões todos os anos. Conhecer cada vez mais sobre ele, ajuda a estar pronto para encarar seus desafios… Treinar dentro dele é a melhor recomendação”, analisou Medeiros, que segue para a quarta participação no rally.

De acordo com a organização do evento – a Dunas Race – este ano, o roteiro explorará uma região do Jalapão, no Tocantins, nunca visitada antes pela caravana dos Sertões. “A cada edição, o diretor de prova, Eduardo Sachs, se supera. É inacreditável como é possível levantar anualmente trajetos diferenciados e tão desafiadores quanto o anterior. Desta forma, aguardo por mais uma disputa alucinante”, encerrou Medeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.